sábado, 18 de outubro de 2014

Eu não preciso de palavras bonitas. Nem do seu intelectualismo linguístico. Eu preciso de você. Só de você. Eu preciso do seu cheiro, do seu abraço, do seu beijo, não só de palavras. Eu adoro sua voz, adoro as coisas que você diz, mas eu não quero só palavras, entende?
— A Bailarina Desequilibrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário